Última actualización web: 16/06/2021

Asistencia multiprofesional en salud materno-infantil: Una nueva forma de repensar la práctica.

Autor/autores: Denise Soares de Almeida
Fecha Publicación: 01/03/2013
Área temática: Psiquiatría general .
Tipo de trabajo:  Conferencia

RESUMEN

A Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMS) é um curso de pós-graduação lato sensu orientado pelo Sistema Único de Saúde, com duração de dois anos e carga horária de sessenta horas semanais, perfazendo 5. 760 horas totais supervisionadas, sendo 80% na forma prática e 20% na forma teórico-práticas. A proposta deste trabalho é retratar um modelo de atuação multiprofissional contemplando atividades de formação dos residentes no programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil. O modelo compõe um dos quatro programas de RIMS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte tendo como unidade executora o hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB). Iniciado em 2010, conta com 22 profissionais de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. A assistência prestada enfoca gestantes, puérperas e crianças de até doze anos, sendo caracterizada por atividades grupais e individuais. Os cenários de atuação abrangem Unidades Básicas de Saúde, Escolas, HUAB e hospitais alta complexidade de referência. As nove principais ações multiprofissionais possibilitam a compreensão integral das necessidades do paciente e contribuem para a formação do cuidar universalista, integrada e de boa qualidade. Na oportunidade da prática, observam-se suas importantes contribuições: aprimorar os conhecimentos da equipe, estimular a saúde física, emocional e intelectual da díade mãe-bebê, crianças, adolescentes e seus acompanhantes, possibilitando-os recriar significados, superar traumas, promover conhecimento e adotar hábitos de vida saudáveis, favorecendo o desenvolvimento adequado.

La Residencia Integrada Multiprofesional en Salud (RIMS) es un curso de Post-grado lato sensu orientado por el Sistema Único de Salud, con duración de dos años y carga horaria de sesenta horas semanales, haciendo un total de 5. 760 horas supervisadas, siendo 80% en la forma practica y 20% en la forma teórico-prácticas. La propuesta de este trabajo es retratar un modelo de actuación multiprofesional contemplando actividades de formación de los residentes en el programa de Residencia Integrada Multiprofesional en Salud Materno-Infantil. El modelo compone uno de los cuatro programas de RIMS de la Universidade Federal do Rio Grande do Norte, teniendo como unidad ejecutora el hospital Universitario Ana Bezerra (HUAB). Iniciado en 2010, cuenta con 22 profesionales de Enfermería, Farmacia, Fisioterapia, Nutrición, Odontología, Sicología y Servicio Social. La asistencia prestada se enfoca a gestantes, puérperas y niños de hasta doce años, siendo caracterizada por actividades grupales e individuales. Los escenarios de actuación incluyen Unidades Básicas de Salud, escuelas, HUAB y hospitales con alta complejidad de referencia. Las nueve principales acciones multiprofesionales hacen posible la comprensión integral de las necesidades del paciente y contribuyen para la formación del cuidado universalista, integrado y de buena calidad. Durante la práctica, se observan sus importantes contribuciones: mejorar los conocimientos del equipo, estimular la salud física, emocional y intelectual, haciendo posible la re-creación de significados, superación de traumas, promoción del conocimiento y adopción de hábitos de vida saludables, favoreciendo o desarrollo adecuado.

Palabras clave: Asistencia multiprofesional, Psicología, Residencia

-----
VOLVER AL INDICE

Url corta de esta página: http://psiqu.com/1-4861

Contenido completo: Texto generado a partir de PDf original o archivos en html procedentes de compilaciones, puede contener errores de maquetación/interlineado, y omitir imágenes/tablas.

Relato de Experiência

 

 

 

Assistência Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil: Uma Nova Forma de Repensar a Prática/Asistencia Multiprofesional en Salud Materno-Infantil: Una Nueva Forma de Repensar la Práctica

 

 

 

Ana Paula Santos de Medeiros1*; Cláudia Lobelli Rangel Gomes2; Josivânia Macena de Gomes3; Denise Soares de Almeida4; Eulália Maria Chaves Maia5.  

 

 

 

Resumo

A Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMS) é um curso de pós-graduação lato sensu orientado pelo Sistema Único de Saúde, com duração de dois anos e carga horária de sessenta horas semanais, perfazendo 5. 760 horas totais supervisionadas, sendo 80% na forma prática e 20% na forma teórico-práticas. A proposta deste trabalho é retratar um modelo de atuação multiprofissional contemplando atividades de formação dos residentes no programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil. O modelo compõe um dos quatro programas de RIMS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte tendo como unidade executora o hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB). Iniciado em 2010, conta com 22 profissionais de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. A assistência prestada enfoca gestantes, puérperas e crianças de até doze anos, sendo caracterizada por atividades grupais e individuais. Os cenários de atuação abrangem Unidades Básicas de Saúde, Escolas, HUAB e hospitais alta complexidade de referência. As nove principais ações multiprofissionais possibilitam a compreensão integral das necessidades do paciente e contribuem para a formação do cuidar universalista, integrada e de boa qualidade. Na oportunidade da prática, observam-se suas importantes contribuições: aprimorar os conhecimentos da equipe, estimular a saúde física, emocional e intelectual da díade mãe-bebê, crianças, adolescentes e seus acompanhantes, possibilitando-os recriar significados, superar traumas, promover conhecimento e adotar hábitos de vida saudáveis, favorecendo o desenvolvimento adequado.

Palavras-chaves: Assistência multiprofissional, Residência, Psicologia.

 

 

 

 

 

 

 

 

*E-mail: apsm85_psi@yahoo. com. br

1 Psicóloga residente em saúde materno-infantil do hospital Universitário Ana Bezerra (Brasil)

2 Odontóloga residente em saúde materno-infantil do hospital Universitário Ana Bezerra (Brasil)

3 Enfermeira residente em saúde materno-infantil do hospital Universitário Ana Bezerra (Brasil)

4 Psicóloga do hospital Universitário Ana Bezerra (Brasil)

5 Prof. ª Dr. ª da Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil (Brasil)

Resumen

La Residencia Integrada Multiprofesional en Salud (RIMS) es un curso de Post-grado lato sensu orientado por el Sistema Único de Salud, con duración de dos años y carga horaria de sesenta horas semanales, haciendo un total de 5. 760 horas supervisadas, siendo 80% en la forma practica y 20% en la forma teórico-prácticas. La propuesta de este trabajo es retratar un modelo de actuación multiprofesional contemplando actividades de formación de los residentes en el programa de Residencia Integrada Multiprofesional en Salud Materno-Infantil. El modelo compone uno de los cuatro programas de RIMS de la Universidade Federal do Rio Grande do Norte, teniendo como unidad ejecutora el hospital Universitario Ana Bezerra (HUAB). Iniciado en 2010, cuenta con 22 profesionales de Enfermería, Farmacia, Fisioterapia, Nutrición, Odontología, Sicología y Servicio Social. La asistencia prestada se enfoca a gestantes, puérperas y niños de hasta doce años, siendo caracterizada por actividades grupales e individuales. Los escenarios de actuación incluyen Unidades Básicas de Salud, escuelas, HUAB y hospitales con alta complejidad de referencia. Las nueve principales acciones multiprofesionales hacen posible la comprensión integral de las necesidades del paciente y contribuyen para la formación del cuidado universalista, integrado y de buena calidad. Durante la práctica, se observan sus importantes contribuciones: mejorar los conocimientos del equipo, estimular la salud física, emocional y intelectual, haciendo posible la re-creación de significados, superación de traumas, promoción del conocimiento y adopción de hábitos de vida saludables, favoreciendo o desarrollo adecuado.

Palabras claves: Asistencia multiprofessional, Residencia, Sicología.

 

 

 

Introdução

A gravidez é um período de transição natural do desenvolvimento que envolve complexas mudanças decorrentes de variáveis psicológicas, físicas, bioquímicas e socioeconômicas, suscitando a necessidade de reestruturação e reajustamento, considerando a mudança de identidade e de nova definição de papéis decorrentes desse período. (1) Percebe-se que a gestação juntamente com o puerpério constituem momentos de maior vulnerabilidade para quadros psiquiátricos que presentes, podem gerar impactos diretos, aumentando, por exemplo, as taxas de abortamento, prematuridade, baixo peso ao nascer, pré-eclâmpsias, atraso no desenvolvimento e depressão pós-parto. Dentre das mais frequentes patologias psiquiátricas estão os transtornos de humor, os quadros ansiosos, os transtornos psicóticos, os distúrbios alimentares e o abuso e a dependência de substâncias psicoativas. (2)

Certamente, os profissionais de saúde mental, mas também os demais, tem um papel relevante na promoção da melhoria da qualidade de vida dessa usuária do usuário do serviço de saúde, bem como de suas crianças, favorecendo uma adaptação satisfatória da díade mãe-bebê e um bom equilíbrio biopsicoemocional. 3

O trabalho inter ou multidisciplinar acomoda-se bem a esta perspectiva. Corresponde uma forma de trabalho em grupo movido por um objetivo comum e caracterizado pela cooperação e colaboração ante a competência. Supõe-se interdependência na medida em que necessita de constante construção e manutenção, perante independência ou dependência dos membros que o formam. Entretanto, não exige necessariamente frequência de todos os membros, mas interação que acolhe a complexidade na inter-relação das dimensões do ser humano atendido. (4, 5)

Os objetivos gerais do trabalho com equipes inter ou multidisciplinares estão direcionados: 1)ao desenvolvimento de equipes com suporte emocional que permita enfrentar as dificuldades, com foco nos propósitos a serem cumpridos; 2)ao assentamento do plano de trabalho dos membros; 3)à adequação de um ambiente grupal favorável à cultura de equipe, beneficiando a acessibilidade frente à resolução de problemas, construindo confiança e respeito entre os membros; e 4)ao fomento a metodologias que contribuam para a tomada de decisões pautadas na negociação, na deliberação e no consenso. (4, 5) Para atingir tais objetivos, algumas habilidades se tornam essenciais, como a empatia, a imparcialidade, a escuta ativa, o saber fazer e receber críticas, o autocontrole, o autoreconhecimento como membro do grupo, as motivações para mudança e o reconhecimento do esforço, da competência, dos interesses e objetivos do outro. (3)

No atendimento em tocoginecologia, faz-se necessário uma abordagem interdisciplinar (pré e perinatal) com muita responsabilidade. Estão nas mãos dos profissionais duas vidas que possuem necessidades multidimensionais, integrais e personalizadas. Considerando a proposta multidisciplinar e multiprofissional encaixam-se as residências multiprofissionais em saúde, considerando seus mais diferentes contextos. (3)

Residências são programas de treinamento em serviço oferecidos em complementação ao curso de ensino superior. A Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMS) é um curso de pós-graduação lato sensu, criado a partir da promulgação da Lei nº 11. 129 de 2005 e orientado pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir das necessidades e realidades locais e regionais. (2) A Resolução 287/1998, do Conselho Nacional de Saúde (CNS), estabelece treze profissões de possível inserção nesse tipo de residência, são elas: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e terapia Ocupacional. (7)

 

 

 

Objetivo

Nesse sentido, a proposta deste trabalho é retratar um modelo de atuação multiprofissional que contempla atividades de formação de residentes no programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil, observando a assistência à saúde mental deste público.

 

 

 

Relato de Experiência

O referido modelo de residência compõe um dos quatro programas de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde (RIMPS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e tem como instituição executora o hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB), localizado na cidade de Santa Cruz, uma cidade com 35. 797 mil habitantes localizada no estado do Rio Grande do Norte, Brasil. (8) Iniciado em 2010, o programa conta com 22 profissionais de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social.

A instituição executora é considerada de média complexidade na medida em que opera em ambulatórios, enfermarias, berçário patológico e semi UTI neo natal. Possui dois cenários de prática, a maternidade e a pediatria, o que possibilita uma assistência caracterizada por atividades grupais e individuais com o foco em gestantes, puérperas e crianças de até doze anos. Entretanto, a atuação dos residentes não restringe a esta instituição/complexidade, ela abrange também os níveis de baixa e alta complexidades. As média e baixa complexidades são executadas na cidade sede e a alta fica a cargo de hospitais da capital do estado e de hospitais de referência do país a escolha do residente, onde este tem a oportunidade de realizar estágio extracurricular. Em suma, são cenários de atuação Unidades Básicas de Saúde, Escolas, HUAB e hospitais alta complexidade de referência. Isso permite-os contemplar sua atuação no planos de promoção, prevenção e assistência ao paciente, fazendo uso de tecnologias e atuando em patologias diversas. Na alta complexidade, os residentes tem a oportunidade de observar e por vezes intervir na assistência ao paciente que vive em risco de morte. A seguir estão descritas brevemente as principais atividades multiprofissionais que compõem a Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Materno-Infantil.

Nas Unidades Básicas de Saúde são realizados atendimentos junto à crianças de 0 a 2 anos, a fim de acompanhar seu crescimento e desenvolvimento, e à gestantes, a fim de acompanhar o pré-natal realizado nessas unidades. Em escolas, os adolescentes participam de encontros educativos a fim de minimizar gravidezes precoces e indesejadas.

Entretanto, é no hospital executor do programa onde a maioria das atividades é desenvolvida, no sendo estas: 1)as visitas de atendimento ao leito tem o foco no atendimento integral ao paciente, representa momento em que participam também os residentes médicos; 2)o projeto Educação em Saúde: o Empoderamento do Acompanhante como Promoção à Saúde em Unidade funcional Pediátrica tem como proposta realizar ações educativas de caráter interdisciplinar junto a crianças internadas na clínica pediátrica e seus acompanhantes; 3)o projeto Mãe Cidadã, desenvolvido junto a gestantes de pré-natal de alto risco, consiste em promover encontros educativos, avaliação multiprofissional, acompanhamento durante internação e visita domiciliar; 4)a atuação no Ambulatório Multiprofissional é realizado antes da consulta com o médico ginecologista/obstetra e vem a complementar o pré-natal de alto risco; 5)a atuação junto ao Ambulatório da Linha de Cuidados de pediatria objetiva complementar o acompanhamento da criança atendida através de outros profissionais, nesse caso, a depender da necessidade detectada pelo médico, os profissionais são requisitados a participar da consulta ou a suprir a demanda em local privativo; 6)as atividades do Retorno do Quinto Dia visam promover saúde através educação sobre cuidados à díade, sendo fornecido atendimento à puérpera que retorna por volta do sétimo dia após o parto.

Ainda, as atividades ainda podem estender-se a visitas domiciliares geradas por demanda interna do hospital ou da Unidade Básica de Saúde e a encontros com residentes médicos e demais profissionais da rede com o objetivo de discutir estudos de casos, filmes, bem como de temáticas da área.

Todas as atividades são submetidas a técnicas de avaliação para que seus resultados tornem-se mais eficazes e consistentes.

As ações multiprofissionais descritas até o momento oportunizam a compreensão integral das necessidades do paciente e contribuem para a formação do cuidar. Nesse propósito, levando em consideração que a residência multiprofissional envolve saúde materno-infantil e observando seus limites, as ações favorecem também a promoção da saúde mental do usuário do serviço.

É verdade que o reconhecimento de fatores psíquicos interferem, determinam e agravam, muitas vezes, o quadro orgânico. Um fato a ser considerado que demonstra a valorização dos fatores psíquicos na história da inserção da psicologia enquanto profissão, é que aos poucos, e ultrapassando muitas resistências, o psicólogo com formação hospitalar impôs seu trabalho dentro dos hospitais somando esforços junto a equipes compostas por profissionais de diversas áreas. Situação que se repete através dos residentes aqui referidos, que valorizam e executam o multiprofissionalismo, integrando ainda mais os cuidados ao paciente. (3)

 

 

 

Considerações Finais

Na oportunidade da prática de tais projetos, percebe-se suas importantes contribuições: aprimorar os conhecimentos da equipe, estimular a saúde física, emocional e intelectual da díade mãe-bebê, de crianças, adolescentes e seus acompanhantes, possibilitando-os recriar significados, superar traumas, promover conhecimento e adotar hábitos de vida saudáveis, favorecendo o desenvolvimento adequado. De outra forma, forneceu possibilidades para compreender integralmente as necessidades do paciente, contribuindo para a formação do cuidar como forma universalista, integrada e de boa qualidade, fazendo com que os profissionais atuem como facilitadores da interlocução entre as áreas humanas e biomédicas.

Referências Bibliográficas

Maldonato, M T. Psicologia da Gravidez: Parto e Puerpério. Petrópolis: Vozes. 1984.
Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Gestação de Alto Risco. Manual Técnico. 5ª Edição. Série A. Normas e Manuais Técnicos. Brasília/DF
Bortoletti F. Psicologia na prática obstétrica. Abordagem interdisciplinar Barueri, SP. Manole. 2007.
Arranz P, Barbero J, Barreto P, Bayés R. Intervención emocional en cuidados paliativos. modelo y protocolos. Barcelona: Ariel; 2003. p. 128-33.
Gorchs N, Roca J. Equipos interdiscioplinarios. In: Gómez-Bastiste X, Planas J, Roca J, Viladiu P (Ed. ). Cuidados paliativos en oncologia. Barcelona: JIM, 1996. p. 355-63.
Brasil. Lei nº 11. 129, de 30 de junho de 2005. Institui o Programa Nacional de Inclusão de Jovens. Brasília. 2005.
Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 287, de 08 de outubro de 1998. Relaciona 14 categorias profissionais de saúde de nível superior para fins de atuação no CNS. Conselho Nacional de Saúde. Disponível em: 
<http://conselho. saude. gov. br/docs/Reso287. doc > Acesso em: 20 jul. 2012.
IBGE. Instituto brasileiro de geografia e estatística. Disponível em: http://www. ibge. gov. br/cidadesat/topwindow. htm?1. Acesso em 05 de setembro de 2012, às 11h26.

 

 

 

 

 

 

 

 

Apêndice

 

 

 

Fig. 01: Atuação da psicologia junto a mães e suas crianças no acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento, realizado na Unidade Básica de Saúde.

 

 

Fig. 02: Atuação da psicologia e do serviço social junto a mães e suas crianças no acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento, realizado na Unidade Básica de Saúde.

 

 

 

 

 

Fig 03 - Atuação multiprofissional junto ao projeto Mãe Cidadã, realizado no HUAB.

 

 

 

 

Fig 04: Preparação dos residentes multiprofissionais para atividade grupal com crianças a ser realizada no HUAB.

 

 

 

 

Fig 05 – Atuação multiprofissional através de visitas aos leitos do HUAB.

 

 

 

 

 

 

 

Fig 06 – Atividades multiprofissionais realizadas na brinquedoteca do HUAB.

 

 

Fig 07 – Evento comemorativo ao Dia das Crianças realizado no HUAB.

 

 

 

Fig 08 – Gestantes participando de atividades multiprofissionais do projeto Mãe Cidadã, realizado no HUAB.

 

 

 

 

Fig 09 – Puérperas em encontro multiprofissional do Retorno do Quinto Dia, realizado no HUAB.

 

 

Comentarios de los usuarios



No hay ningun comentario, se el primero en comentar